Bolo de Limão, Amêndoa e Flor de Sabugueiro // Elderflower, Lemon and Almond Cake



Cada vez mais me deixo inspirar pelo campo. Pela natureza, e pelas flores. Nesta altura do ano, as flores reinam no jardim, nos campos e nas árvores, a pintarem o verde da paisagem de várias cores. Enquanto faço as minhas caminhadas, conto as cores e as flores que vejo pelo caminho. Faço as minhas pinturas com os olhos de quem caminha sempre a respirar mais, a ver mais, a querer mais. Nesse quadro que é o campo, e que nesta altura se deixa pintar tão bem.

Pelo caminho encontro sabugueiros em flor, das coisas mais bonitas de ver nesta altura do ano. Na próxima caminhada levo o cesto e a tesoura, e trago comigo as flores tão delicadas. Coloco algumas numa jarra e levo as outras para a cozinha e começo a preparar o cordial, com os limões do pomar. Sai bolo depois disso, com um aroma e um sabor que me deixam a sorrir, a pensar nestas paisagens de Primavera quase Verão. Era bom que fosse sempre assim, que o canto dos pássaros e as flores estivessem para sempre comigo, me tornassem parte deles. Como num quadro de Monet, como num campo de papoilas.

















(scroll down for english version)


BOLO DE LIMÃO, AMÊNDOA E FLOR DE SABUGUEIRO

3 ovos caseiros
2 copos* de açúcar
raspa de 1 limão
sumo de 1/2 limão
1/2 copo* de óleo de coco derretido
3/4 copo* de coco ralado
1 copo* de iogurte natural (120ml)
2 copos* de farinha com fermento
1 copo* de farinha de amêndoa
1 colher de chá de fermento
2 colheres de sopa de cordial de sabugueiro

(*medida copo = medida do copo de iogurte de 120ml)

cobertura glacé:
100 gr de açúcar em pó
1 colher de sopa de cordial de sabugueiro
sumo de limão q.b.

flores para decorar


Preparação

Untar com manteiga uma forma de chaminé com 18 cm de diâmetro.
Numa taça bater muito bem os ovos com o açúcar e a raspa de limão, até ficar bem volumoso. Em seguida adicionar o sumo de limão, iogurte, cordial e óleo e mexer muito bem. Por fim juntar as farinhas, fermento e coco e incorporar bem.
Colocar a massa na forma e levar ao forno até cozer.
Desenformar e deixar arrefecer.
Para preparar a glacé, juntar o cordial ao açúcar e ir juntando sumo de limão e mexer muito bem até obter a consistência desejada. Colocar sobre o bolo e enfeitar com flores de sabugueiro (opcional).

Bom Apetite!

Nota: receita do cordial aqui, mas podem sempre usar de compra ou omitir.







(english version)


ELDERFLOWER, LEMON AND ALMOND CAKE

3 free range eggs
2 cups* caster sugar
zest of 1 lemon
juice of 1/2 lemon
1/2 cup* coconut oil melted
3/4 cup* shredded coconut
1 cup* plain yogurt (120ml)
2 cups* self raising flour
1 cup* almond flour
1 tsp baking powder
2 tbsp elderflower cordial

(cup measure = 120 ml yogurt cup)

drizzle:
100g icing sugar
1 tbsp elderflower cordial
lemon juice as needed

elderflowers to decorate



Method

Grese a tub pan with 18cm diameter.
In a bowl whisk eggs, sugar and lemon zest until frothy. Next add the lemon juice, yogurt, cordial and coconut oil and mix well. Then add the flours, baking powder and coconut and gently fold everything together.
Put batter in pan and bake until done. Put the cake in a plate and let it cool before you put the drizzle.
To prepare the drizzle, add the cordial to the sugar and the a bit of lemon juice and stir, more lemon juice added as needed until you get the right consistency.
Drizzle over the cake and decorate with elderflowers (optional).

Enjoy!

Notes: I prepared my own cordial, but you can use store bought or just not use at all.







Pão de Banana e Nozes Pecãs // Banana Pecan Bread



Das receitas preferidas destes tempos de pandemia. Quando ficamos em casa a meio de Março, nunca pensei vir a estar tanto tempo fechada em casa. E a fazer tanto pão e "banana bread". O facto é que já lá vão dois meses de isolamento, e muitos bolos e pães pela mesa passaram. Muito raramente fui saindo para as compras essenciais, e a partir do meio de Abril para caminhadas pelo campo. Foi mesmo bom ter regressado ao campo nesta fase, e passar aqui esta temporada com os meus pais. Ver as flores crescer, colher frutos das árvores, ver o verde ficar mais verde, passar mais tempo na terra, e valorizar o que tenho aqui cada vez mais. 

Foram dias passados entre o jardim e a horta, o trabalho e o computador, fotografar e cozinhar. Criei finalmente o meu "starter", que baptizei carinhosamente de Alfredo, e com ele tenho feito pão "sourdough", focaccias e pizzas. Ainda tenho muito a melhorar, mas estou a adorar o processo de aprendizagem, e de ter tempo para ela. Fazer pão em casa é das coisas que mais me fascina neste momento. E claro, foram saindo bolinhos do forno todas as semanas. Sendo este "banana bread" um dos meus preferidos. Por ser quase saudável, e delicioso. É um bolo que aguenta vários dias, e fica sempre bem servido com manteiga de amendoim e compota. Podem trocar as sementes por pepitas de chocolate negro que fica maravilhoso. Já sabem, se tiverem bananas maduras, este é o bolinho a fazer. E continuem a proteger-se e cuidem-se muito.












(scroll down for english recipe)


PÃO DE BANANA E NOZES PECÃS

275 gr de farinha de espelta branca
1 colher de chá de fermento
1 colher de chá de canela
pitada de sal
100 ml de agave
3 ovos caseiros
120 ml de iogurte natural
50 ml de azeite suave
2 bananas esmagadas + 1 para o topo
50 gr de nozes pecãs picadas + para o topo
25 gr de sementes variadas + para o topo


Preparação

Num taça juntar os ingredientes secos, farinha, fermento, canela, sal, pecãs, sementes e misturar.
Noutra taça juntar os húmidos, agave, ovos, iogurte e azeite e bater muito bem. Juntar depois as bananas esmagadas e voltar a mexer. Por fim juntar os secos e envolver bem na massa. 
Colocar a massa numa forma de bolo inglês, previamente untada e o fundo forrado com papel vegetal antiaderente, e colocar uma banana cortada a meio no topo e mais umas nozes e sementes. 
Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC até estar cozido. Desenformar e servir morno ou frio, com manteiga de amendoim, mel ou compota.

Bom Apetite!



//



(recipe in english)

BANANA PECAN BREAD

275g spelt flour
1 tsp baking powder
1 tsp cinnamon
pinch of salt
100ml agave syrup
3 free range eggs
120ml plain yogurt
50ml olive oil
2 smashed bananas + 1 for top
50g chopped pecans + for topping
25g seeds of choice + for topping


Method

Place dry ingredients in a bowl, flour, baking powder, cinnamon, salt, pecans and seeds and stir to mix.
In another bowl place the wet ingredients, agave, eggs, olive oil and beat well. Then add the smashed bananas and mix again. Last add the dry ingredients to the wet ones and mix well.
Place the batter in a greased pan, bottom with parchement paper and cut a banana in half and place on top. Sprinkle with more pecans and seeds.
Bake in a preheat oven at 180ºC until cooked. 
Serve it warm or cold, with peanut butter, honey or jam.

Enjoy!






Creme de Ervilhas e Hortelã // Creamy Pea and Mint Soup



Adoro sopas, cremes e caldos. São pratos de conforto e sustento, de nutrientes e vitaminas, de legumes e coisas da horta. Gosto de ir variando as cores da minha sopa no prato, gosto da sensação de agarrar uma malga de sopa ainda quente, gosto de ver o fumo a sair da panela, gosto de comer sopa quente em qualquer estação do ano. Ainda me lembro quando antes ao vir às sextas para o campo, a minha avó nos recebia sempre com uma sopa à lavrador, muito rica e com cheiro a fumo. Era feita à fogueira, na nossa "cozinha" lá fora, e era deliciosa.

Estes dias em casa têm sido motivo para experimentar mais e mais sopas, jantar uma sopa e uma peça de fruta, e fotografar mais sopas. São pratos bonitos de empratar, e ainda mais saborosos de comer. Esta é uma das minhas preferidas na Primavera, com as ervilhas da estação. O toque da hortelã combina mesmo bem, e dá-lhe uma certa frescura. Um creme simples e perfeito para experimentarem estes dias, e basta não colocarem o chouriço e têm uma opção vegetariana na mesa. 
Caramba, gosto mesmo de sopas.

(receita desenvolvida para a Teka Portugal)










(scroll down for english recipe)

CREME DE ERVILHAS E HORTELÃ

(serve 4)
1/2 cebola picada
1/2 alho francês picado
azeite q.b.
1 batata descascada e em cubos
750 ml de água quente 
sal e pimenta q.b.
500 gr de ervilhas congeladas
folhas de hortelã q.b.

topping:
iogurte natural
folhas de hortelã picadas
croutons caseiros
chouriço picado


Preparação

Numa panela colocar um fio de azeite generoso e a cebola e o alho e deixar refogar lentamente, até amolecer. Juntar a batata, a água quente e deixar ferver por 15 minutos. Juntar depois as ervilhas, o sal e pimenta a gosto e deixar cozinhar por mais 5 minutos. Fora do lume juntar umas seis folhas de hortelã (ou mais, conforme o gosto) e triturar com a varinha mágica até ficar bem homogéneo e cremoso (coloco sempre o meu avental da Chefatwork para não me sujar nesta fase).
Se estiver demasiado espesso, juntar mais água quente. Passar por um coador e servir quente com um fio de iogurte natural, croutons, hortelã e chouriço picadinho e tostado.

Bom Apetite!



//



(english recipe)

CREAMY PEA AND MINT SOUP

(serves 4)
1/2 chopped onion
1/2 chooped leek
olive oil
1 potato peeled and cut in pieces
750 ml boiling water
salt and pepper
500 g frozen peas
mint leaves (to taste)

topping:
plain yogurt
chooped mint leaves
homemade croutons
chopped chorizo


Method

In a pot, put a generous amount of olive oil, the onion and leek, and cook in low heat until tender. Add the potato and water and let it cook for 15 minutes.  Then add the peas, salt and pepper to taste and let it boil for more 5 minutes. Remove from heat, add about six mint leaves (or to taste) and blend it all, until smooth. If it´s too thick add some more hot water. Pass the cream through a sieve and serve it warm with a bit of yogurt, some croutons, chooped mint and toasted chorizo.

Enjoy!