Pão de Banana e Nozes Pecãs // Banana Pecan Bread



Das receitas preferidas destes tempos de pandemia. Quando ficamos em casa a meio de Março, nunca pensei vir a estar tanto tempo fechada em casa. E a fazer tanto pão e "banana bread". O facto é que já lá vão dois meses de isolamento, e muitos bolos e pães pela mesa passaram. Muito raramente fui saindo para as compras essenciais, e a partir do meio de Abril para caminhadas pelo campo. Foi mesmo bom ter regressado ao campo nesta fase, e passar aqui esta temporada com os meus pais. Ver as flores crescer, colher frutos das árvores, ver o verde ficar mais verde, passar mais tempo na terra, e valorizar o que tenho aqui cada vez mais. 

Foram dias passados entre o jardim e a horta, o trabalho e o computador, fotografar e cozinhar. Criei finalmente o meu "starter", que baptizei carinhosamente de Alfredo, e com ele tenho feito pão "sourdough", focaccias e pizzas. Ainda tenho muito a melhorar, mas estou a adorar o processo de aprendizagem, e de ter tempo para ela. Fazer pão em casa é das coisas que mais me fascina neste momento. E claro, foram saindo bolinhos do forno todas as semanas. Sendo este "banana bread" um dos meus preferidos. Por ser quase saudável, e delicioso. É um bolo que aguenta vários dias, e fica sempre bem servido com manteiga de amendoim e compota. Podem trocar as sementes por pepitas de chocolate negro que fica maravilhoso. Já sabem, se tiverem bananas maduras, este é o bolinho a fazer. E continuem a proteger-se e cuidem-se muito.












(scroll down for english recipe)


PÃO DE BANANA E NOZES PECÃS

275 gr de farinha de espelta branca
1 colher de chá de fermento
1 colher de chá de canela
pitada de sal
100 ml de agave
3 ovos caseiros
120 ml de iogurte natural
50 ml de azeite suave
2 bananas esmagadas + 1 para o topo
50 gr de nozes pecãs picadas + para o topo
25 gr de sementes variadas + para o topo


Preparação

Num taça juntar os ingredientes secos, farinha, fermento, canela, sal, pecãs, sementes e misturar.
Noutra taça juntar os húmidos, agave, ovos, iogurte e azeite e bater muito bem. Juntar depois as bananas esmagadas e voltar a mexer. Por fim juntar os secos e envolver bem na massa. 
Colocar a massa numa forma de bolo inglês, previamente untada e o fundo forrado com papel vegetal antiaderente, e colocar uma banana cortada a meio no topo e mais umas nozes e sementes. 
Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC até estar cozido. Desenformar e servir morno ou frio, com manteiga de amendoim, mel ou compota.

Bom Apetite!



//



(recipe in english)

BANANA PECAN BREAD

275g spelt flour
1 tsp baking powder
1 tsp cinnamon
pinch of salt
100ml agave syrup
3 free range eggs
120ml plain yogurt
50ml olive oil
2 smashed bananas + 1 for top
50g chopped pecans + for topping
25g seeds of choice + for topping


Method

Place dry ingredients in a bowl, flour, baking powder, cinnamon, salt, pecans and seeds and stir to mix.
In another bowl place the wet ingredients, agave, eggs, olive oil and beat well. Then add the smashed bananas and mix again. Last add the dry ingredients to the wet ones and mix well.
Place the batter in a greased pan, bottom with parchement paper and cut a banana in half and place on top. Sprinkle with more pecans and seeds.
Bake in a preheat oven at 180ºC until cooked. 
Serve it warm or cold, with peanut butter, honey or jam.

Enjoy!






8 comentários:

  1. Olá, Inês,
    De facto, nesta quarentena, o tempo passa mais rapido na cozinha... e fazer pão é tão gratificante... adorei a tua sugestão.
    Bjs
    Paula

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Paula, acho que muitos de nós fomos mais felizes ainda na cozinha durante estes tempos. Obrigada.
      Um beijinho.

      Eliminar
  2. que bom aspecto, até me deu água na boca!!!

    ResponderEliminar
  3. Adoro as tuas fotografias em dark mood ! Lindas!!!
    A receita é para guardar na minha lista infinita de bolos de banana a testar!!!😁
    Beijinhos
    Rita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom que gostas Ana Rita :)
      O mundo se calhar não precisava de mais um banana bread, mas eu achei que sim. Fica sempre tão bom.
      Um beijinho.

      Eliminar
  4. Fazer pão é fabuloso, há qualquer coisa de mágico no processo. A quarentena também me serviu para voltar a reconectar com o pão que muitas semanas ficava por fazer por falta de tempo ou vontade.
    Esse pão/bolo de banana é qualquer coisa de fabuloso Inês! Lindo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo não é? Adoro fazer pão e ter conseguido finalmente criar o meu starter do zero, e fazer sourdough. Ainda não está perfeito, mas vai melhorando. Obrigada Sara, um beijinho.

      Eliminar